Laserterapia nos idosos (ILIB)

 

Laserterapia nos idosos / Foto: Divulgação

 

Laserterapia e os Radicais Livres

Os radicais livres (RL) em geral, não são prejudiciais a saúde, produzidos durante o processo de quebra do oxigênio, transformando os nutrientes dos alimentos em energia.

Entretanto, em excesso, tendem a ser prejudiciais e tóxicos ao nosso corpo, contribuindo para o surgimento de determinados problemas de saúde como, por exemplo, o declínio do sistema imunológico, aceleração do processo de envelhecimento, surgimento de distúrbios como artrite, arteriosclerose, catarata, entre outros.

 

Tratamento convencional nos idosos x ILIB

Inegavelmente, como tratamento para diminuir o efeito nocivo dos radicais livres, o idoso acaba necessitando de terapia medicamentosa para a manutenção da homeostase do organismo.

A técnica ILIB, que em inglês, significa (Intravascular Laser Irradiation of Blood), é a irradiação do laser terapêutico de modo intravascular, tem como objetivo atingir o sangue.

Certamente, é uma técnica que vem atraindo, cada vez mais, os olhares de profissionais da saúde pela sua eficiência. Os resultados da sua aplicação, principalmente nos idosos, é amplo e combate, principalmente, doenças crônicas.

Como resultado, o impacto é muito positivo na melhora da qualidade de vida.

 

O potencial da laserterapia nos idosos

A terapia a laser de baixa intensidade, ou fotobiomodulação é capaz de induzir várias reações no interior das células, melhorando seu funcionamento, e, com toda a certeza, prova ser uma ferramenta eficiente, não invasiva, de baixo custo e segura.

Entre os diferentes métodos de fotobiomodulação, o ILIB mostrou provocar efeitos sistêmicos.

Ele tem sido estudado desde 1981 por cientistas soviéticos. Foi desenvolvido para o tratamento de doenças cardiovasculares com evidências de melhora nas propriedades do sangue e na microcirculação, e como resultado, demonstra redução da área de infarto, arritmias cardíacas e morte súbita.

Desse modo, essa técnica vem sendo amplamente utilizada no tratamento clínico para muitos processos patológicos, como, por exemplo, controle da dor, insônia, doenças metabólicas, lesão da medula espinhal, lesão cerebral traumática, facilitador da circulação e acidente vascular cerebral.

A melhora dos pacientes, principalmente os idosos, é evidenciada nas pesquisas pelo efeito antioxidante da laserterapia intravenosa, por aumento da produção de superóxido dismutase (SOD CuZn), enzima importante para quebra do mecanismo de formação dos radicais livres.

Acima de tudo, a terapia de irradiação de sangue é indolor, não invasiva e pode ser administrada através de uma pulseira específica, onde se acopla o aparelho de laser, em um dos antebraços, na artéria radial.

 

Efeitos médicos da laserterapia

Ademais, os efeitos médicos são determinados pela predominância de mecanismos de cura sistêmicos, incluindo bioestimulante, analgésico, antialérgico, imunocorretivo, antitóxico, vasodilatador, antiarrítmico, antibacteriano, anti-hipóxico, espasmolítico, anti-inflamatório e outras propriedades.

Ele aumenta a diferença arterio-venosa de oxigênio que leva à melhora da oxigenação tecidual, normalizando-o.

Além disso, ativar a síntese de ATP e a formação de energia nas células, reduz a glicose, o colesterol, as lipoproteínas de baixa intensidade e de densidade muito baixa e estabiliza o estado hormonal e do sistema imunológico, visto que a irradiação com luz azul pode aumentar a produção de arginina e óxido nítrico.

Além disso, a arginina causa a liberação de vários hormônios, como insulina, glucagon, hormônio do crescimento, prolactina e catecolaminas adrenais.

 

Benefícios da laserterapia nos idosos:

  • Aumenta a capacidade circulatória do sangue;
  • Combate aos radicais livres;
  • Melhora o sistema imunológico;
  • Melhora a performance metabólica do organismo;
  • Controle (redução) das sensibilidades dolorosas.

 

Onde podemos utilizar a laserterapia:

  • Doenças do sistema respiratório;
  • Doenças inflamatórias;
  • Diabetes e suas complicações;
  • Doenças Cardiovasculares;
  • Doenças Auto Imunes;
  • Dores Crônicas;
  • Perturbação do Metabolismo;
  • Doenças Hepáticas e renais;
  • Doenças do sistema vascular periférico;
  • Cicatrização em geral.

 

As contraindicações da laserterapia:

  • Fotossensibilidade;
  • Câncer de pele;
  • Gravidez;
  • Pessoas com cataratas sem acompanhamento médico;

 

Contudo, a terapia com ILIB, consolidou-se por volta da década de 90, sendo eficaz e segura, não apresentando contraindicações e efeitos colaterais consideráveis

Em outras palavras, visa tratar o paciente através da melhora funcional proporcionando a otimização de cada sistema, podendo contribuir como tratamento principal ou auxiliar às terapias convencionais.

 

Tânia dos Santos P. Chagas: Fisioterapeuta, especialista em Pilates, pós graduada em Terapia Intensiva Adulta (2018), em Aprimoramento em Fisioterapia Aquática (2018) e em Saúde do Idoso (2022).

Deixe seu comentário

4 ideias sobre “Laserterapia nos idosos (ILIB)

    • Boa tarde Elizete,

      Tudo bem?
      Não, este tipo de tratamento pode ser usado por pessoas de qualquer idade, respeitando-se as contra indicações listadas neste artigo.
      Quanto ao câncer, existem apenas evidências para tratamentos adjuvantes (que são administrados após um tratamento que é considerado definitivo), fundamentalmente para tratamentos de sintomas como dor, espasmos, insônia, ansiedade, depressão entre outros.
      Espero ter ajudado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Somos um Residencial Sênior com programação de atividades diárias, com uma equipe multidisciplinar especializada composta por geriatras, fisioterapeutas, neuropsicólogos, psicólogos, dentistas, fonoaudiólogos, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, educadores físicos e gerontólogos, e com uma estrutura

auxiliar com salão de beleza, sala de fisioterapia, consultório médico, consultório dentário, cinema, biblioteca, farmácia, sala de jogos e espaço ecumênico.

Vila Vida Serviços Médicos Ltda. – EPP
Rua José Felix de Oliveira, 1914 | Granja Viana – SP