A Dor no Idoso

A dor pode comprometer severamente a qualidade de vida de uma pessoa, podendo causar depressão e diversas outras limitações nas atividades cotidianas, como simplesmente caminhar ou vestir uma blusa.

Estima-se que mais de 70% dos idosos apresente algum tipo de dor, e destes, metade se torna total ou parcialmente incapacitado, comprometendo de forma significativa seu bem-estar.

A perda de função e a dor também podem dar início a quadros graves de alteração cognitiva, o indivíduo acaba se isolando do mundo, sentindo-se improdutivo, e com isso é menos estimulado intelectualmente, deteriorando as funções básicas do seu cérebro.

Ao envelhecer, há a diminuição da quantidade de colágeno e cálcio, o que também contribui para a diminuição de flexibilidade e força, ainda mais se associada ao sedentarismo.

A fisioterapia, através do fortalecimento, reequilíbrio muscular e da interação com outros indivíduos determina a melhora da função do corpo, recriando um potencial para as atividades pretendidas e projetando o bem-estar mental e social do idoso.

Thais De Medeiros

Fisioterapeuta, especializada em Pilates Completo, Suspenso e para Idosos, e Cuidados Paliativos e Mobilização Precoce

Deixe seu comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Somos um Residencial Sênior com programação de atividades diárias, com uma equipe multidisciplinar especializada composta por geriatras, fisioterapeutas, neuropsicólogos, psicólogos, dentistas, fonoaudiólogos, nutricionistas, terapeutas ocupacionais, educadores físicos e gerontólogos, e com uma estrutura

auxiliar com salão de beleza, sala de fisioterapia, consultório médico, consultório dentário, cinema, biblioteca, farmácia, sala de jogos e espaço ecumênico.

Vila Vida Serviços Médicos Ltda. – EPP
Rua José Felix de Oliveira, 1914 | Granja Viana – SP